Filiação Partidária

O acesso o novo Sistema de Filiação Partidária (FILIA) foi concedido ao presidente nacional de cada partido político com registro de estatuto no TSE, como administrador nacional do sistema.

Os demais administradores nacionais, que serão cadastrados pelos respectivos presidentes nacionais, devem estar anotados no SGIP3, como membros ativos, “vice-presidente” ou “delegado”.

Os administradores nacionais poderão cadastrar os administradores de abrangência inferior.

 

O cadastramento de usuário para acesso ao novo Sistema de Filiação Partidária (FILIA) é realizado pelo próprio partido. Dessa forma, para obter a senha do novo sistema, o interessado deve entrar em contato com o órgão partidário de abrangência superior.

Importante que, a cada nova versão do sistema, o usuário limpe os “cokies” do computador (CTRL, SHIFT e DEL) e, depois, atualize a página (CTRL F5).

Informa-se que, para obter orientação quanto à utilização do sistema, o usuário estadual ou municipal deve entrar em contato com o respectivo Tribunal Regional Eleitoral do estado.

Para reportar problemas de sistema, encaminhe mensagem eletrônica para  8800@tse.jus.br, com o resumo do problema, a tela (print) do erro, o nome e o número do Título Eleitoral do usuário.

Por meio desse aplicativo é possível:

  • gerenciar usuários de partidos políticos;
  • gerenciar o cadastro de filiados;
  • gerenciar relações internas de filiados;
  • emitir a certidão de filiação partidária;
  • consultar relações oficiais e internas de filiados;

     

     

    Sobre filiação partidária, consulte:

    Perguntas frequentes  

    Normas

    Estatísticas

     

    Acesse o SISTEMA DE FILIAÇÃO PARTIDÁRIA

     

     

    Resolução TSE n.º 23.596/2019 - Dispõe sobre a filiação partidária, institui o Sistema de Filiação Partidária (FILIA), disciplina o encaminhamento de dados pelos partidos políticos à Justiça Eleitoral e dá outras providências.