Rybená

 

O portal do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá conta com um software que oferece, em tempo real, o áudio de textos em língua portuguesa, bem como a tradução desses textos para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

A inteligência artificial chamada de Rybená, promove a inclusão digital e social de pessoas com deficiência auditiva ou visual (total ou parcial), com síndrome de Down, com baixo letramento, idosos e disléxicos, entre outros, em todas as informações, notícias, e manifestações públicas disponibilizadas por meio do portal.

Essa ferramenta foi desenvolvida de acordo com os padrões de acessibilidade adotados na administração pública, presentes no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (e-MAG).

Exemplo libras

Como funciona

No canto inferior direito da tela do computador estão localizados o ícone de acessibilidade representados uma pessoa de braços abertos dentro de um círculo azul. Ao clicar no ícone, abrem-se mais quatro ícones: acessibilidade, contraste, libras e voz.

O ícone acessibilidade, representado por uma pessoa de braços abertos, direciona para informações sobre ferramentas de acessibilidade do portal para as pessoas com necessidades especiais e àquelas com restrições motoras transitórias.

O ícone contraste, representado por um sol, permite a visualização das páginas do portal com contraste de cores, ficando o fundo do texto escuro e as as letras em cores claras.

O ícone libras, representado por palmas de mãos, direciona para a ferramenta Rybená (personagem virtual), permitindo ao usuário selecionar o texto que deseja ler e ter a tradução por Libras.

O ícone voz, representado por um contorno de rosto lateral, também direciona para a ferramenta Rybená (personagem virtual), permitindo ao usuário selecionar o texto que deseja e obter a leitura mediante voz sintética.

 

Exemplos de comunicação em linguagem acessível, legenda e audiodescrição em manifestações públicas:

CAMPANHA ALISTAMENTO ELEITORAL

PROGRAMA DE ACESSIBILIDADE - JUSTIÇA ELEITORAL

 

Serviço de legendas do YouTube

Outro serviço que contribui a inclusão digital e social de pessoas com deficiência auditiva é o serviço de legendas do YouTube, visto que os vídeos do YouTube disponíveis no portal do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá apresentam a opção de exibição com legendas.

Para visualizar as legendas, basta clicar no botão "Legendas/Legendas ocultas (c)" no canto inferior direito do vídeo.

Acessibilidade

Atalhos

Confira os comandos utilizados como atalhos para acessar seções específicas no Portal TSE:

Usando o Google Chrome

  • Alt+1 direciona para o conteúdo principal do portal
  • Alt+2 direciona para o menu principal do portal.
  • Alt+3 direciona para o campo de busca.
  • Alt+4 direciona para o mapa do site.
  • Alt+5 redireciona para a página de busca avançada.
  • Alt+6 redireciona para a página inicial.
  • Alt+7 redireciona para a página de acessibilidade.

Usando o Firefox

Ao utilizar o navegador Firefox, substitua Alt+número pelo comando Alt+Shift+número. Sendo Firefox no Mac OS, em vez de Alt+Shift+número, tecle Ctrl+Alt+número.


Usando o Internet Explorer

Para quem utiliza o Internet Explorer, usa o Alt+número+Enter.


Usando o Ópera

Tecla-se Shift+Esc+número. Ao teclar apenas Shift+Esc será exibida uma janela com todas as alternativas de Acesskey da página.

Zoom

Para facilitar a visualização, você pode usar o zoom do navegador (Internet Explorer, Mozilla Firefox, etc.).

Confira os comandos que acionam as funções do zoom:

  • Para aumentar a definição, basta pressionar a tecla CTRL e a tecla + simultaneamente.
  • Para diminuir, pressione a tecla CTRL e a tecla - ao mesmo tempo.
  • Para voltar ao tamanho normal, pressione a tecla CTRL e a tecla 0 (zero).

 

O TSE desenvolve ações no sentido de facilitar e ampliar o acesso a seu portal de internet aos portadores de necessidades especiais e àqueles com restrições motoras transitórias.

Ao codificar suas páginas web em conformidade com as recomendações do órgão que estabelece as diretrizes internacionais para a acessibilidade na Web - Web Content Accessibility Guidelines (WCAG), também atende ao que estabelece o art. 8º, § 3º, inciso VIII da Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação), a Resolução-TSE nº 23.381/2012, o Decreto nº 5.296/2004 e o Decreto nº 6.949/2009.

Outra lei que tem de ser observada é a 13.146/2015, em especial, para sites, seus arts. 63 a 73.

Além das ferramentas de acessibilidade disponibilizadas no código das páginas — como o texto alternativo para as imagens utilizadas, a descrição dos conteúdos de formulário, as teclas de atalho e de salto de conteúdo —, o usuário que tiver alguma dificuldade para acessar os conteúdos do site pode utilizar a ferramenta de zoom do navegador e, também, as opções de contraste de tela.

Há uma validação constante das páginas do portal do TSE feita por meio de serviços on-line especializados, bem como o auxílio de alguns servidores da Justiça Eleitoral (portadores de necessidades especiais) a fim de garantir um acesso universal e democrático.