Presidente do TRE/AP participou de reunião com o ministro do TSE sobre cibersegurança

O encontro em Brasília, reuniu outros gestores do TSE e representantes dos Tribunais Regionais Eleitorais da Região Norte

O encontro em Brasília, reuniu outros gestores do TSE e representantes dos Tribunais Regionais E...

Na última sexta-feira, 25, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, reuniu-se com presidentes e representantes dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) da Região Norte do país. O desembargador Gilberto Pinheiro, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), participou do encontro cujo tema era cibersegurança e a integração entre os TREs e o TSE, com foco na política de segurança da informação.

Também foi abordada a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) nos atendimentos das unidades. Sobre esse assunto, o ministro Fachin anunciou que, em breve, será realizada audiência pública para tratar da aplicação da LGPD pela Lei de Acesso à Informação, bem como, sobre a disponibilização de informações pessoais dos candidatos, como endereços e declaração de bens.

O presidente do TSE afirmou que a segurança nas Eleições 2022 é um tema sensível e vê com preocupação as questões que envolvem a integridade física dos trabalhadores da Justiça Eleitoral. Além disso, ele citou a revolução tecnológica do Século 20 para falar dos desafios que a cibersegurança do Tribunal tem enfrentado. Segundo ele, o TSE precisa estar ainda mais preparado para lidar com os possíveis ataques virtuais, a fim de proteger os computadores e os dados da instituição.

O desembargador Gilberto Pinheiro, registrou que em junho acontecerá o Seminário Internacional Eleitoral e que compartilha da preocupação do ministro, ressaltando que o TRE sugeriu a elaboração e distribuição de cartilhas sobre o processo eleitoral. Disse ainda, que com o intuito de conscientizar, informar e se aproximar do eleitor, o Tribunal também realiza trabalhos sociais tais como: ABC da Cidadania e a doação de cestas básicas.      

“Nós temos, por exemplo, para o combate da desinformação, o projeto de inclusão digital, voltado para a formação de opinião. Intensificamos nossos esforços para informar e explicar como funciona o processo eletrônico de votação para professores, trabalhadores, líderes religiosos, políticos, comunicadores, enfim para a sociedade. A urna eletrônica é confiável, ágil e segura, além disso, minimiza as possibilidades de fraude. O sistema utiliza o que há de mais moderno em termos de segurança da informação para garantir a integridade, a autenticidade e, quando necessário, o sigilo durante todo o processo”, afirmou o desembargador Gilberto.

Macapá, AP, 28 de março de 2022
Assessoria de Comunicação - Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Central de atendimento ao público do TRE-AP: (96)3198-7504 (Ramal 7504) / (96)98406-5721
Siga-nos nas redes sociais:
Facebook: TRE Amapá
Instagram: @tre_amapa
Twitter: @treamapa
Youtube: Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Portal: www.tre-ap.jus.br
E-mail: ascom@tre-ap.jus.br / carla.botelho@tre-ap.jus.br
Endereço: Av. Mendonça Júnior. Nº 1502
Centro, Macapá - AP, 68900-020
icone mapa
Avenida Mendonça Junior, 1502
Centro, Macapá/AP - 68900-914,
Tribunal Regional Eleitoral do AmapáTelefone: (96) 3198-7525
Judiciário: (96) 3198-7589
Administrativo: (96) 3198-7520
Icone horário de funcionamento dos protocolos

Horário de funcionamento dos cartórios eleitorais:
segunda a sexta, das 8h às 14h
Horário de funcionamento dos protocolos administrativo e judiciário:
segunda a sexta, das 12h às 19h

Acesso rápido